Flores no supermercado

Os supermercados também se tornaram ambientes de oportunidades de oferta de flores e plantas. E, por conta disso, muitos varejistas já disponibilizam espaços de destaque para floriculturas nos estabelecimentos.

Esta possibilidade também abriu espaço para que profissionais auxiliassem os supermercadistas no desenvolvimento da área de flores, visando oferecer beleza e um bom faturamento. Angela Marin é especialista em gestão de flores nos supermercados e também cliente Cooperflora.

Esta gestão e fornecimento de flores tem como objetivo aumentar as vendas, embelezar, decorar e perfurmar as lojas, além de minimizar as perdas de produtos nos supermercados.

Angela falou mais sobre o assunto em uma entrevista super legal para a revista Mercaurantes, que pode ser lida na íntegra clicando neste link.

Foto: Revista Mercaurantes

Fonte: Revista Mercaurantes

Cooperflora realiza 3ª Feira de Oportunidades em Curitiba

A 3ª edição da Feira de Oportunidades, realizada na cidade de Curitiba, foi um sucesso. O evento contou com a participação de produtores e clientes e, pela primeira vez desde o começo da pandemia, a feira aconteceu de maneira 100% presencial.

Todas as medidas preventivas foram respeitadas para que o evento ocorresse de forma segura para todos os presentes.

Foram dois dias de programação e muita troca de conhecimento sobre flores e novidades do mercado. Na quarta-feira, dia 10/11, a feira aconteceu das 8h às 18h e na quinta-feira, dia 11/11, das 8h às 12h.

Tradicionalmente, o evento é realizado na sede da Cooperflora, em Holambra, em duas edições anuais. Em 2021, as edições foram realizadas num evento on-line.

Confira algumas fotos da Feira de Oportunidades de Curitiba!

Saiba tudo o que aconteceu na 13ª Feira de Oportunidades

De 13 a 16 de setembro, aconteceu a 13ª edição da Feira de Oportunidades da Cooperflora e, para nós, este evento é o momento de reunir cooperados, clientes e colaboradores da cooperativa para falarmos mais sobre o mercado das flores.

Pela segunda vez, o evento foi realizado totalmente on-line e permitiu que pessoas de todo o país pudessem estar conectadas para dividir conhecimento sobre flores, novidades do mercado e, claro, fazer negócios.

Desta vez, nossa feira foi transmitida via “Smart Event”, uma plataforma desenvolvida exclusivamente para eventos e congressos virtuais.

Para a programação, reservamos os três primeiros dias de evento para as rodadas de pitchs com os produtores Cooperflora. Todos que participaram tiveram 20 minutos para falar sobre as novidades de sua produção e contar um pouquinho sobre sua história.

Para finalizar, a agenda da quinta-feira, dia 16/09, contou com a apresentação dos novos produtos da cooperativa, apresentados pelos nossos coordenadores da área, Fábio Manoel e Edson Ribeiro.

Além disso, ainda na quinta, nós convidamos nomes de relevância no setor para um bate-papo. Paulo Lo Frano, responsável pelo marketing da Floral Atlanta, conversou com Andrea Wagemaker, gerente de marketing da Cooperflora, sobre as novidades na linha de acessórios diversos para floricultura.

Em seguida, Rosalvo Ponte, decorador com quase 30 anos de experiência na área, dividiu conosco um pouco sobre sua história profissional e falou sobre as expectativas em relação a retomada dos eventos no país. Quem conduziu o papo, foi o gerente comercial do núcleo de atacado, Fernando Machado.

Para fechar com chave de ouro, o diretor geral da Cooperflora, Milton Hummel, conversou com o expert em varejo, Sandro Benelli sobre assuntos relacionados a experiência de consumo, mudanças e avanços tecnológicos do setor varejista.

Finalizado o evento, disponibilizaremos semanalmente o conteúdo da Feira de Oportunidade no canal da Cooperflora no Youtube. Aqueles que não conseguiram acompanhar todos os dias de evento, ou ainda, aqueles que querem rever as apresentações, poderão conferir tudo de forma on-line!

Para conferir o conteúdo, clique neste link!

13ª Feira de Oportunidades acontece na próxima semana

Na próxima segunda-feira, tem início a 13ª edição da Feira de Oportunidades Cooperflora. O evento, que será realizado em formato 100% on-line, acontece de 13 a 16 de setembro e contará com novidades no formato.

A Feira será transmitida via “Smart Event”, plataforma desenvolvida exclusivamente para eventos e congressos virtuais. Além disso, diferentemente da edição de março, serão quatro dias de evento, das 17h às 20h.

O objetivo é permitir que mais pessoas possam aproveitar o conteúdo completo e também evitar reuniões/apresentações acontecendo simultaneamente. Afinal, este é o momento para falarmos mais sobre flores, novidades do mercado e fazer negócios.

A rodada de pitch dos produtores será ainda mais dinâmica, terá 20 minutos e todos os segmentos participarão juntos (clientes do atacado, varejo, decoração e brokers).

No último dia, a agenda inclui a apresentação de novos produtos com nossos coordenadores de produtos e um bate-papo com convidados, conduzido por membros da nossa equipe.

Ah e se você não é cliente Cooperflora, não se preocupe. Os melhores momentos da nossa Feria de Oportunidades serão compartilhados com todos posteriormente. É só ficar ligado e nos acompanhar por aqui!Sports Shoes | As part of Jordan Brands unveiling of their Summer 2021 lineup, official images of the the Air Jordan 6 “Barely Rose” (Gold Hoops) , Sciaky

10º Seminário Ibraflor acontece na quinta-feira, dia 26 de agosto

A 10º edição do Seminário Ibraflor, realizado anualmente pelo Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor), acontece nesta quinta-feira, dia 26 de agosto. Este ano, o evento será realizado no formato híbrido e tem como tema central a “Sustentabilidade em toda cadeia produtiva”.

O objetivo é discutir qual cenário produtores de plantas e flores ornamentais, distribuidores, atacadistas, pontos de venda e demais envolvidos com o setor enfrentarão, uma vez que, a sustentabilidade é a tônica do futuro.

Além disso, a comunidade global tem refletido sobre os impactos negativos causados pelos antigos modelos e está se mobilizando, cada vez mais, para a promoção do desenvolvimento sustentável por se tratar de uma solução viável e positiva, tanto para o meio ambiente quanto para a economia e o setor privado.

Para a presidente do Ibraflor, Kees Schoenmaker, este é o momento de trazer à tona este assunto tão importante para o mercado das flores.

Os modelos de negócios sustentáveis, inclusive, têm apostado no reaproveitamento de insumos e recursos para diminuir os custos da produção e no consequente aumento do lucro. Por isso, o 10º Seminário Ibraflor, quer discutir com todos os elos da floricultura nacional as implicações que os projetos sustentáveis podem trazer para a diminuição de custos, já que, ao reduzirmos os impactos ambientais, aumentamos as vantagens competitivas e melhoramos a relação com o consumidor. As palestras buscarão mostrar como é possível promover o crescimento consciente e a inovação dos processos”, afirma a presidente.

O seminário ocorre em Holambra, das 8h às 18h, com limite de 200 vagas presenciais, mas com inscrições on-line ilimitadas. Os interessados podem se inscrever no site do Ibraflor.

Para saber mais sobre os palestrantes, clique aqui.

Informações: Ateliê da Notíciabest shoes | Jordan

Sustentabilidade na floricultura internacional

A empresa brasileira G2D, de investimentos em tecnologia e gestora da GP Investments acaba de aportar recursos da ordem de US$10 milhões na inglesa Freddie’s Flowers, sediada em Londres. A floricultura é especializada na venda de assinaturas de flores e é considerada sustentável. Foi a primeira rodada de investimentos feita pela empresa e angariou um aporte total de US$ 60 milhões.

Para neutralizar a emissão de carbono na atmosfera, além de bicicletas elétricas utilizadas em 30% de suas entregas, a empresa se compromete com o plantio de árvores na Amazônia e na Europa. As suas embalagens não utilizam plásticos. Além disso, as flores comercializadas só são colhidas depois de vendidas. A Freddie’s Flowers é certificada quanto à sua neutralização na emissão de carbono.

Os recursos obtidos serão aplicados para a expansão de mercado, em um primeiro momento concentrado na Europa. A companhia detém uma carteira de 130 mil assinantes e tem crescido 72% ao ano, desde 2016.

A transação ocorre no âmbito da emergente explosão de negócios de captação de recursos por empresas associadas à ESG (Environmental, Social and Governance).

Fonte: Hórtica Consultoria. Estudos de Tendências e Inteligência de Mercado. Freddie’s Flowers, London

Imagem: The TimesSports Shoes | Kids Air Jordan — Ietp

Marketplace e as floriculturas fantasmas

A pandemia vivenciada desde o início de 2020 alterou, em grande medida, os hábitos de compra do brasileiro. Com o comércio fechado, o jeito foi se aventurar pelas compras on-line.

Com as floriculturas não foi diferente! Segundo dados do Ibraflor (Instituto Brasileiro de Floricultura), a procura pelo e-commerce provocou um aumento de 10% no setor em 2020 na comparação com o ano anterior.

A carioca Andrea Elkind, deu início em sua história de empreendedorismo em 2019, quando criou a “Lucho Verde”, uma floricultura fantasma que funcionava 100% online, sem nenhum espaço físico para vendas. Com o início da pandemia e o apelo do comércio eletrônico, o projeto ganhou forças e decolou!

Em 2021, com a retomada da abertura do comércio, Andrea abriu a primeira loja física para venda de seus arranjos e plantas. Mas até a realização desta conquista, a “Lucho Verde” foi gerida da residência da artista floral. Aliás, até hoje, é ela quem trabalha em todas as frentes do negócio, desde a compra das flores para montagem dos arranjos até a entrega do produto. Demais, não é?

Se você quer saber mais sobre a “Lucho Verde”, clica aqui pra ouvir nosso bate-papo com a Andrea Elkind no Floracast, o podcast da Cooperflora!

Fomos certificados pela Great Place to Work

Em um ano tão desafiador como 2020, foi ainda mais importante manter nosso time engajado com o propósito da Cooperflora. Foi um ano de muitos desafios, mas também de muitos aprendizados… afinal, mar calmo não faz bons marinheiros.

Mas mesmo em um ano difícil, não abrimos mão do nosso propósito e daquilo que acreditamos. Levar emoção para as pessoas através das flores nunca foi tão significativo e importante como foi nesse ano. A flor, alimento da alma, precisava estar nos quatro cantos do nosso país.

Internamente, mais do que nunca, seguimos o nosso Jeito de Ser: focamos na solução e em nossas pessoas (cooperados, clientes e colaboradores), pensamos formas inovadoras de atender o cliente (o Flowerbox Cooperflora é fruto disso), focamos em entregar qualidade, de forma simples, mas com excelência. Esse foi o nosso jeito.

E o resultado veio: somos hoje reconhecidos como uma ótima empresa para se trabalhar pelo Great Place to Work. Essa conquista é de todos nós! E em um ano como o que estamos vivendo, tem um significado ainda mais especial.

Mas o trabalho não termina aqui. Para quem pensa em melhoria continua, o céu é o limite! Seguimos focando nos pontos em que ainda precisamos evoluir, e fazemos isso juntos, como um grande time!

Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas

Superação e resiliência, sucessão familiar, gestão financeira da propriedade e as perspectivas para o agronegócio no cenário político e econômico. Esses são alguns dos temas que cerca de 10 mil mulheres que atuam em mais de 200 cooperativas de todo o Brasil terão acesso nos dias 29 e 30 de setembro, no Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas que, este ano, será realizado de forma virtual, por conta da pandemia.

Teresa Cristina, a ministra da Agricultura, Padre Fábio de Melo e o jornalista Alexandre Garcia, são alguns dos nomes confirmados.

“É de fundamental importância um espaço, um evento que proporcione reflexões e conexões para que a gente perceba que não está só. Afinal, somos muitas e é importante estarmos juntas debatendo e construindo uma base sólida para enfrentarmos essa fase. Ao invés de desistirmos, esse é o momento de insistirmos em nossos objetivos. É assim que vamos construir uma sociedade mais forte, mais justa e equilibrada para todos e todas”, afirma Tânia Zanella, Gerente Geral da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB), que está organizando o Encontro Nacional das Mulheres Cooperativistas.

Vale reforçar que o evento é voltado para mulheres cooperativistas, no intuito de auxiliar o desenvolvimento na propriedade rural, mas, mulheres do agro, além de homens que tenham interesse, podem se inscrever. Para outras informações e agenda completa do evento, acesse: www.gpoconecta.com.br/enmcoop.

A quarentena foi necessária e a crise será inevitável

Muito se falou e muito se falará nos próximos tempos sobre a forma e a duração da quarentena. A minha opinião é que ela era não somente necessária mas também que a crise decorrente da pandemia era inevitável. Compartilho essa visão porque não ganharemos nada discutimos isso. Precisamos tentar nos concentrar em 2 coisas:

1. Realmente aceitar e incorporar que o mundo será diferente no retorno pós quarentena e que será preciso pensar em um jeito diferente de conduzir seu negócio. A dificuldade será imensa. Os primeiros resultados serão obtidos por aqueles que se esforçarem nessa direção (a maior parte falará que entende isso mas continuará fazendo as coisas da mesma forma). A mudança de faz com atitudes e decisões, não com palavras!
a. Gradualmente haverá mais pessoas na rua, mas não haverá dinheiro!
b. Com menos circulação de dinheiro, haverá mais desemprego, menos consumo, mais concorrência informal e pressão para dedução de preços de produtos e serviços e se fortalecerão os canais de venda em massa.
d. O impacto na sua vida financeira pode ser esse – imagine seu faturamento de 2019. Agora tire 40% dele… Essa pode ser sua renda para 2020 (projete isso pois se for melhor você só tem a ganhar e se for realmente esse você estará preparada(o)).

2. Para o novo mundo que estamos entrando, sua renda vai ser do tamanho das mudanças que você fizer no seu negócio!
a. As lojas vão viver cada vez mais de serviços do que de produtos (mesmo sendo um ponto de venda de produtos).
b. A qualidade dos serviços, as marcas, a certificação farão toda diferença. O PONTO MAIS FORTE DE QUALQUER SERÁ A CONFIANÇA QUE ELE PROMETE/ENTREGA!
c. No caso de flores, estaremos mudando definitivamente do mercado de presentes para o mercado de consumo para uso próprio. Isso tem diversas repercussões que irei explicar na sequência e oportunidade para todos, mas você precisa transforma-las em negócios.
d. A comunicação será seu verdadeiro negócio. Quem se comunica melhor retém o cliente. Quem demonstra interesse genuíno cria defensores e pessoas que indicam seu negócio. Quem tem uma tribo de clientes aprende mais sobre mais sobre eles. Não se preocupe com a concorrência (que vai aumentar devido a guerra de preços) e sim em saber mais sobre o cliente. Quem faz isso criar novos produtos e com mais apelo e quem se comunica melhor consegue fazer negócios ajudando os clientes.
Esse é o novo modelo!

AS COISAS ESTÃO ACONTECENDO!

No interior de Santa Catarina, a Cachepos Jaraguá, uma empresa de acessórios, que já tinha um grupo de whats onde trocava ideias com os clientes, usou a lista para estimular a discussão de soluções e alternativas para a crise. Inspirados pelo tema – FLOR ALIMENTO PARA ALMA! – as lojas construíram um plano de ação que envolve distribuição de brindes aos clientes para estimular o consumo de flores para casa, acoes de promoção de vendas e até compra coletiva. Esta na mira o Dia das Mães e maneiras de fazer com que a ação cooperada seja uma realidade a partir de agora.

No Distrito Federal, liderados pelo Sebrae DF, o grupo de flores se organizou também pelo whats up para criar um espaço para troca de ideias e compartilhamento de inciativas. Ao fazer isso, iniciou-se uma força mobilizadora que inspira e motiva a todos a se engajarem. É a mudança de chave, da lamentação para a ação. Os próximos passos será a criação de planos de ação individuais, provavelmente apoiado pelo Sebrae, e uma plano conjunto para a região.

Além disso, diversas lojas e grupos distribuíram flores para hospitais e instituições que se mantiveram ativos e trabalhando em favor da sociedade.

MUDANÇAS QUE FICARÃO

O fato de todos unificarem a comunicação tem um tremendo poder de mudar a percepção das pessoas e a compra PARA USO PRÓPRIO VAI AUMENTAR! Quando aliamos a isso a nova habilidade de cooperar demonstrada nos últimos dias, muita, mas muita coisa pode ser feita para desenvolver novas formas de
se relacionar com seu público:

1. Aumento de venda para jovens, entre 25 e 35 anos. Na Inglaterra no ano passado eles foram responsáveis pela explosão de vendas de pequenas plantas verdes e pelo consumo urban jungle – a presença de plantas acalma, conforta e cria bem estar (lembre-se que muitos estão trabalhando HOME OFFICE) e isso deve continuar;
2. A terapia com plantas, durante a quarentena, vai dar origem a um novo comportamento social – HOME GARDENING. Isso vai de encontro aquelas pessoas que estão no gráfico da pagina anterior. A venda de plantas in natura, a venda de kits para montar quadros verdes, arranjos, jardins, terrarios, kokedamas e outros vai ter demanda crescente;
3. Vai ter demanda para varandas Gourmet
4. Vai ter demanda para biofilia nas empresas (projetos que recriam a área de trabalho e incluem plantas)
5. Vai crescer a demanda por painéis verticais e produtos para eles
6. Vai ter demanda para o Centros de Jardinagem
7. Vai ter oportunidade para flores em feiras livres
8. Vai voltar a ter apelo os Flower truck
9. Vai ter oportunidades para quiosques de flores
10.O dia de gratidão e as datas secundarias como dia do amigo, dia da vovó, dia dos pais, dia da secretaria vão crescer e a PRIMAVERA acaba sendo uma data maior que o DIA DAS MAES!
11.Venda de assinatura de flores ou assinatura de plantas
12.Venda de serviço de entrega de flores ou plantas para clientes de empresas de serviços (hotéis, advogados, arquitetos, engenheiros) ou de produtos plus (construtoras, imobiliárias, clinicas, concessionarias) para brinde aos clientes como demonstração de interesse genuíno (formule a proposta e veja os resultados…)
13.Transforme seu ponto de venda em um local comissionado de vendas de produtos do produtor
14.Inclua horticultura em sua oferta (essa atividade vai crescer muito – segurança alimentar e hobby)
15.Crie micro e médios eventos sobre plantas e flores (o lazer ornamental terá grande demanda – ele conecta as pessoas à natureza e a vida!)
16.Esteja conectado com fornecedores e outros parceiros para desenvolver oportunidades especificas de negócios
17.Crie a campanha – sábado é da de flores – estimulando as pessoas para comprarem flores e plantas para o final de semana em casa ou na visita a amigos
18.O mercado de aniversários vai crescer, com produtos mais baseado em plantas e arranjos (menos produtos alimentícios e produtos não florais)
19.Haverá oportunidade de empresas especializadas em entregas de plantas
20.Os Garden Centers terão grande oportunidade se transformando espaços de lazer e de descompressão (fugir do estresse do dia a dia que deve crescer com a crise)
21.Os Flower café serão oportunidades, também como espaços de descompressão
22.Vai haver oportunidade para as floriculturas especializadas somente em flores de corte
23.Vai haver oportunidade para novos projetos de paisagismo para condomínios

Diretrizes básicas que seu negocio vai precisar para esse novo mundo:
• Relacionamento à distância – tenha mais de um canal, tenha uma programação de postagens, poste coisas uteis para o bem estar do cliente (só fale de vendas de vez em quando…), tenha canais de “profundidade diferente” (whats up x telegram), tenha estratégia de cadastro, tenha estratégia de banco de dados (faça um perfil individual de cada cliente)
• Saiba mais sobre seu cliente do que a concorrência (a guerra de preços não é o campo de batalha)
• Use o produto para vender serviços
• Venda confiança
• Crie acolhimento no atendimento e demonstre sempre INTERESSE GENUÍNO
• FIXE A AÇÃO COOPERADA E COLETIVA COMO PARTE DA SUA ESTRATEGIA – preserve sua individualidade mas faça em conjunto parte das compras e as ações de promoção.
• O MAIOR PATRIMÔNIO DO SEU NEGOCIO É A SUA CABEÇA!

Saiba mais em: http://www.negocioscomflores.com.br

Novidades em flores da Cooperflora para a Expoflora, em Holambra

A 38ª edição da Expoflora – Festa das Flores de Holambra acontece entre os dias de 30 de agosto a 29 de setembro, na cidade de Holambra. O evento é considerado a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, funcionando como uma grande vitrine das novidades da floricultura nacional, realizado anualmente próximo da primavera.

O evento reúne cerca de 300 mil turistas todos os anos e os produtores de todo o Brasil aproveitam para lançar seus novos produtos para o público. Os associados da Cooperflora trazem o Lírio Tabledance, Lírio Tarrango, Lírios Dobrados, Ammi Majus Dara e Ofélia como novidades no universo das flores para 2019. 

O Lírio Tabledance é rosa e o Lírio Tarrango possui tonalidade pink, ambos se diferenciam dos lírios tradicionais pois já apresentam sua coloração nas costas do botão, mesmo quando as pétalas ainda estão fechadas. As variedades apresentam flores de grande porte que chegam a mais de 20 centímetros de diâmetro, superiores aos lírios mais conhecidos, e podem ser utilizadas de diversas formas na decoração, em arranjos com flores mais fechadas ou até semiabertas. O Lírio Tabledance está em produção na Fazenda Alpes do Grupo Reijers, localizada em Munhoz (MG) e o Lírio Tarrango é produzido na Lírios Boersen, na cidade de Andradas (MG).

Os Lírios Dobrados voltaram com tudo e são uma das novidades da Cooperflora para a Expoflora deste ano, disponíveis nas cores branco e rosa. Eles possuem o dobro de pétalas de um lírio tradicional e diversas flores por haste, permitindo a organização de um arranjo sem a necessidade de outras espécies para complementar a decoração do ornamento. A durabilidade dos lírios dobrados também é outro diferencial, pois, após a colheita, ele ainda pode durar até duas semanas em vasos com água fresca e condições favoráveis de temperatura. A flor é produzida na Fazenda Alpes do Grupo Reijers, em Munhoz (MG).

A Ammi Majus Dara é uma flor silvestre e tradicionalmente branca, porém, a novidade da Cooperflora é a versão dessa flor em cor vinho, exclusividade da Fazenda Rozental do Grupo Reijers em São Paulo. A flor exótica também é conhecida como flor de cenoura, False Queen Anne’s Lace (Falso Laço da Rainha Anne, em português) ou apenas Ammi Dara, é nativa de regiões da África, Ásia e Europa e é possível encontrá-la em qualquer época do ano. Pode ser utilizada em arranjos na água ou espuma floral, permitindo uma decoração delicada e cheia de personalidade.

A Ofélia é uma variedade da gypsofila, também conhecida como mosquitinho, e apresenta um volume muito maior de flores por haste. A espécie foi melhorada geneticamente pelos produtores associados da nossa cooperativa, no intuito de garantir uma grande durabilidade da flor no vaso quando mantida com água fresca e temperaturas amenas de ambiente.

As novas tendências em flores da Cooperflora, divulgadas durante a Festa das Flores de Holambra, trazem novas ideias e inspirações de composições para os profissionais e amantes da área da floricultura, paisagismo, jardinagem e decoração de todo o país que estão sempre atentos, buscando inovações e variedades. 

A Expoflora

 A Expoflora é a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina, realizada anualmente em Holambra para dar as boas-vindas à primavera. Os mais de 400 produtores vinculados à cidade aproveitam o evento para mostrar aos visitantes as suas novidades, já que o evento é, hoje, a grande vitrine das novidades da floricultura nacional. Em sua primeira edição, em 1981, o evento atraiu mais de 12 mil pessoas em um único final de semana. Hoje, mais de 300 mil turistas visitam a Expoflora a cada ano.

Holambra, a Capital Nacional das Flores

Holambra é uma antiga colônia holandesa, localizada no interior de São Paulo. A cidade conta com pouco mais de 11 mil habitantes e mantêm as características, cultura, costumes e culinária da Holanda. A origem do nome da cidade é a junção das palavras “Holanda”, “América” e “Brasil”, devido a colônia neerlandesa que se firmou na antiga fazenda Ribeirão. Holambra é considerada como o maior centro de cultivo e comercialização de flores e plantas ornamentais, responsável por cerca de 50% das vendas desse setor. Por isso, a cidade foi reconhecida, em junho de 2011, como a Capital Nacional das Flores.

A cidade é destaque pois está em 61° no índice de qualidade de vida do Brasil e melhor índice de segurança do país. Possui muita mão de obra qualificada no setor agrícola e é considerada oficialmente uma estância turística que, anualmente, promove a maior exposição de flores da América Latina.

A Cooperflora

Criada em 1999 por um grupo de produtores de Holambra, a Cooperflora tem como competência-chave levar flores de qualidade a todas as regiões do Brasil, e, assim, valorizar e desenvolver a produção de nossos cooperados. 

Baseado em um banco de dados on-line, o “Sistema Integrado de Gestão” da Cooperflora – SINC, é alimentado pelos próprios produtores que disponibilizam informações sobre quantidade, qualidade, preço e prazo de entrega de seus produtos. Tudo isso pode ser acessado em tempo real pelos clientes cadastrados via internet ou através do suporte da nossa equipe comercial, por telefone, permitindo compra e venda 24 horas por dia, sete dias por semana. Desta forma, garantimos um processo de venda ágil e uma comunicação dinâmica entre produtor, cooperativa e mercado. 

As flores comercializadas podem ser retiradas em qualquer uma de nossas Unidades de Negócios (em Brasília, São Paulo e Campos de Holambra, em Paranapanema), ou ainda, no Box da Cooperflora no CEASA Campinas.

Ser especialista em flores vai além de saber o nome científico de todas as espécies, é ser apaixonado e não medir esforços para cultivar e entregar flores de qualidade para todo o país, no varejo e no atacado. Provocar o sorriso nas pessoas, em todas elas, seja naquela que cultiva as sementes nas fazendas, cria arranjos maravilhosos ou apenas rega seu pequeno vaso todos os dias. 

Nossos produtores farmácia são cuidadosos e experientes, desenvolvem e têm acesso às melhores tecnologias, o que permite uma produção de alto nível. Nossas flores são bem tratadas do começo ao fim, graças à excelência dos nossos processos logísticos e comerciais, que garantem comodidade, proximidade e personalização a cada pedido. Entendemos cada detalhe sobre a relação entre as flores e as pessoa. 

A comunicação é muito importante em qualquer relacionamento: o diálogo aproxima e facilita a vida de todos, por isso, criamos diversos canais on-line e off-line para estabelecer contato com todos os envolvidos, inclusive esse pelo qual estamos conversando. Funciona, não é? Essa é a marca Cooperflora. Isso é ser especialista em flores!14

Cooperflora traz novidades em flores para o Enflor & Garden Fair no Parque da Expoflora em Holambra

A 28ª edição do Encontro Nacional de Floristas, Atacadistas e Empresas de Acessórios (Enflor) e 16ª Feira de Tecnologia em Jardinagem e Paisagismo (Garden Fair) aconteceu entre os dias 14 e 16 de julho, no Parque da Expoflora em Holambra, e a Cooperflora foi uma das expositoras do evento que trouxe novidades de flores para apresentar aos participantes.

A edição de 2019 reuniu quase 17,4 mil pessoas, entre profissionais e amantes da floricultura, paisagismo, jardinagem e decoração de todo o país, com a proposta de manter o ritmo de crescimento do mercado e o objetivo de discutir modas e tendências do universo fashion flor, ampliando as oportunidades de capacitação e de empreendedorismo do público. 

Os três dias de evento foram imersos em criatividade, beleza e ideias incríveis com diversas atrações e ambientes decorados que encheram os olhos e a mente dos visitantes. Os expositores apresentaram as novidades em flores e aplicações do setor, que vem mantendo o ritmo de crescimento em índices muito superiores ao PIB. O destaque da Cooperflora deste ano foi o Lírio Tabledance e o Lírio Dobrado.

O Lírio Tabledance é produzido na Fazenda Alpes do Grupo Reijers em Minas Gerais, um dos produtores associados da nossa cooperativa. A flor apresentada no 28º Enflor & 16ª Garden Fair é diferente dos tradicionais lírios que só mostram suas cores quando as pétalas já estão abertas. A variedade do futuro apresentada no evento possui coloração nas costas do botão mesmo quando ainda estão fechadas, permitindo o seu uso em arranjos e decoração de diversas formas, inclusive com flores semiabertas ou mais fechadas. Além disso, o Lírio Tabledance apresenta uma flor de grande porte, superior ao lírios mais conhecidos.

Outra novidade apresentada pela Cooperflora foi o retorno ao mercado dos famosos Lírios Dobrados, também produzidos na Fazenda Alpes do Grupo Reijers. A espécie já foi comercializada no passado, mas acabou saindo de cena. No evento, ela foi destaque com o volume de flores enormes em apenas uma haste, fragrância mais amena e sem pólen. Depois de tanto estudo, a “mutação natural” deu super certo e é uma das nossas apostas para o universo da floricultura! A qualidade e durabilidade Cooperflora se mantém em todos os produtos, inclusive nos lírios que nos tornaram referência em produção no Brasil.

As duas novidades apresentadas na 28º Enflor & 16ª Garden Fair deixaram o espaço da Cooperflora ainda mais belo, decorado exclusivamente por Tanus Saab – arquiteto paisagista, decorador de eventos, florista e professor, e Paulo Perissoto – florista, decorador de eventos, designer de interiores, paisagista e professor. O ambiente tirou vários suspiros dos participantes e trouxe diversas ideias de composição e aplicação das flores.

“Nesta edição 2019, Enflor e Garden Fair cumpriram à risca o propósito de promover  o setor com uma programação completa. Foram três dias de atualização e reciclagem para os profissionais do setor, que certamente contribuirão para o fortalecimento do vínculo dos brasileiros com as flores e plantas”, ressalta Renato Opitz, organizador do evento e também diretor de marketing do Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor). 

Além disso, foram gerados novos conhecimentos com a divulgação de tendências em flores, cores, texturas, formas em arranjos florais, decoração de festas, jardinagem e paisagismo. Experiência animadora para os profissionais que querem inovar em seus negócios e trazer composições diferenciadas para seus clientes!

O evento

O Encontro Nacional de Floristas, Atacadistas e Empresas de Acessórios (Enflor) e a Feira de Tecnologia em Jardinagem e Paisagismo (Garden Fair) são eventos simultâneos que acontecem anualmente no Parque da Expoflora, localizado na cidade de Holambra – interior de São Paulo, reunindo floristas, artistas florais, decoradores, varejistas, paisagistas, arquitetos, empreendedores imobiliários e mantenedores de jardins e áreas verdes de todo o país.

Neste ano, o conteúdo do evento abordou: Feira de Negócios, Decoração da Entrada, Rua das Flores, Espaço Festas, Espaço Garden, Jardim Interativo, Minicursos Enflor e Garden Fair, Workshops Enflor e Garden Fair, Venda de Flores e Plantas na saída, e Prova e Festa ABAF. 

A Cooperflora

Criada em 1999 por um grupo de produtores de Holambra, a Cooperflora tem como competência-chave levar flores de qualidade a todas as regiões do Brasil, e, assim, valorizar e desenvolver a produção de nossos cooperados. 

Baseado em um banco de dados on-line, o “Sistema Integrado de Gestão” da Cooperflora – SINC, é alimentado pelos próprios produtores que disponibilizam informações sobre quantidade, qualidade, preço e prazo de entrega de seus produtos. Tudo isso pode ser acessado em tempo real pelos clientes cadastrados via internet ou através do suporte da nossa equipe comercial, por telefone, permitindo compra e venda 24 horas por dia, sete dias por semana. Desta forma, garantimos um processo de venda ágil e uma comunicação dinâmica entre produtor, cooperativa e mercado. 

As flores comercializadas podem ser retiradas em qualquer uma de nossas Unidades de Negócios (em Brasília, São Paulo e Campos de Holambra, em Paranapanema), ou ainda, no Box da Cooperflora no CEASA Campinas.

Ser especialista em flores vai além de saber o nome científico de todas as espécies, é ser apaixonado e não medir esforços para cultivar e entregar flores de qualidade para todo o país, no varejo e no atacado. Provocar o sorriso nas pessoas, em todas elas, seja naquela que cultiva as sementes nas fazendas, cria arranjos maravilhosos ou apenas rega seu pequeno vaso todos os dias. 

Nossos produtores farmácia são cuidadosos e experientes, desenvolvem e têm acesso às melhores tecnologias, o que permite uma produção de alto nível. Nossas flores são bem tratadas do começo ao fim, graças à excelência dos nossos processos logísticos e comerciais, que garantem comodidade, proximidade e personalização a cada pedido. Entendemos cada detalhe sobre a relação entre as flores e as pessoa. 

A comunicação é muito importante em qualquer relacionamento: o diálogo aproxima e facilita a vida de todos, por isso, criamos diversos canais on-line e off-line para estabelecer contato com todos os envolvidos, inclusive esse pelo qual estamos conversando. Funciona, não é? Essa é a marca Cooperflora. Isso é ser especialista em flores!