Levantamento final dos efeitos da pandemia no comportamento do consumidor

Em Fevereiro, a agência de estudos de mercado Motivaction investigou pela quinta vez os efeitos da Covid-19 sobre o consumo de flores e plantas. O estudo foi realizado online na Alemanha, França, Reino Unido e Países Baixos.

Os seus resultados mostram que os consumidores esperam continuar a comprar flores e plantas com mais frequência. Mesmo com a situação financeira futura cada vez mais incerta.

Foto: Reprodução

Um home office verde

Estudo final dos efeitos da pandemia no comportamento dos consumidores.

O Covid-19 fez com que os consumidores percebessem como as plantas tornam seu home office mais agradável. No início da pandemia, 50% dos entrevistados tinham consciência disso. Agora, dois anos mais tarde, essa porcentagem chega a 68%. O mesmo se aplica as flores, com uma porcentagem inicial de 50%, atualmente, o número alcança os 67%.

Com os “Aesthetic Explorers” (em tradução livre, “Exploradores Estéticos”), vemos um impressionante aumento:  de 76% para flores e 75% para as planta para 95%, em ambos os casos.

Este aumento será, provavelmente, uma tendência contínua, uma vez que 45% dos entrevistados esperam continuar trabalhando no modelo home office e 27% dividirão o seu tempo de trabalho entre o escritório e a casa.

Desfrutar de um exterior mais verde

Mais consumidores também gostam de decorar os seus jardins e varandas com plantas de jardim.

Quando a pandemia começou, 40% dos entrevistados indicaram que gostavam desse cenário. Em nosso último estudo, realizado em fevereiro/22, essa porcentagem tinha aumentado para 48%.

Nesse quesito, vemos um forte aumento na Alemanha (52%), França (53%) e Reino Unido (55%). Os Países Baixos avançaram pouco com 32%.

Novo alvo de estudo

Por hora, esta será a última vez que o Conselho das Flores encomendará esse estudo em específico. A partir de agora, começaremos a nos concentrar nos efeitos que a elevada inflação e o declínio da confiança dos consumidores terá na compra de flores e plantas.

É difícil prever qual será o exato impacto, mas os participantes desse estudo parecem otimistas. Apesar da futura situação financeira, as flores e plantas não parecem ser o primeiro passo no corte de despesas.

Responsável pelo estudo: Monique Kemperman | Maio 2022

Fonte: https://www.flowercouncil.co.uk/press-calendar/final-survey-of-effects-of-pandemic-on-consumer-behaviour

blog

notícias Cooperflora

Fique por dentro das últimas notícias do mercado de flores